Julián Peralta

  • manuscrito

Julián Peralta

O pianista e compositor Julián Peralta é uma referência central do tango atual. Além de sua atividade musical, com destaque para a criação e direção da “Orquesta Típica Fernández Fierro”, Peralta também é reconhecido por seu importante trabalho de gestão e difusão do Tango, em projetos como “La Máquina Tanguera”, o “CAFF” e o “Teatro Orlando Goñi”, entre outros.

Apaixonado pela arte pedagógica e por ensinar, ele é professor de matérias técnicas na “Escuela de Música Popular de Avellaneda” e na “Escuela Orlando Goñi”. É também autor do tratado técnico “La Orquesta Típica. Mecánica y aplicación de los fundamentos técnicos del Tango”.

Em sua carreira internacional, que inclui obras orquestrais, Peralta teve a oportunidade de se apresentar em alguns dos cenários mais prestigiosos do mundo, como o “Barbican”, em Londres, a “Ópera de Praga”, na República Checa, e o “Konzerthaus” de Viena, na Áustria. Em 2010, compôs, em Londres, uma versão de “Romeo y Julieta”.

Atualmente, desenvolve sua atividade artística liderando a “Orquesta Típica Julián Peralta” e o grupo “Astillero”.